Blog

Astrologia

Astrologia

Artigo elaborado pela Consultora Isabel, para se consultar com ela veja o seu perfil »»»aqui«««

Astrologia
Que é um Mapa Astral e para que Serve?
O ser humano nasce com um potencial de desenvolvimento que pode ser
descodificado através do posicionamento dos astros no mapa natal, o
conhecimento deste potencial, amplia a possibilidade de escolha através
do exercício do livre arbítrio, alterando muitas vezes o modo como
aspectos desafiantes poderiam se manifestar, mesmo quando situações
muito adversas se manifestam, ainda assim a astrologia ajuda ao indivíduo
a se preparar.

A astrologia é uma ferramenta extremamente avançada e precisa de
diagnóstico da alma, do núcleo de algo.
Mas não se pode esquecer que o céu, em boa parte, determina. Na
medida em que define, também determina. A astrologia convive o tempo
todo entre estes dois extremos, do determinismo e da liberdade (
destino e livre arbítrio). Por outro lado, o conhecimento que se tem dos
dois fatos liberta.

É a ‘permissão’ para se ser quem é, APESAR do que diz a sociedade. O
mapa tem a função de firmar um senso de IDENTIDADE.

O mapa natal funciona, portanto, como uma espécie de espelho de si
mesmo. É um espelho cujos detalhes vão se compondo na medida em que
você reflete sobre o que este mapa quer dizer.

O mapa natal funciona, portanto, como uma espécie de portal
permanentemente aberto para o seu próprio interior.
O seu mapa irá levá-lo à sua verdade, o que fará de você um ser livre, não
mais tendo de obedecer ao externo, mas somente ao interno, ou ao mais
profundo de você mesmo.

Aqui retornamos ao terreno metafísico. A astrologia devolve ao mundo a
sua dimensão mágica. É impossível se estudar astrologia sem se modificar

a compreensão de mundo. A astrologia interfere irrevogavelmente nas
crenças. Em um mundo que perdeu a conexão com o divino, a astrologia
pode ser a ponte para se reconciliar com ele.
Achamos que a missão de cada homem é fazer, ter, mas a missão de cada
ser humano é apenas poder ser quem é, exercer seu próprio eu, seus
próprios potencias, criativamente. Se pensa que isto é fácil, lembre-se que
a maioria das pessoas se esconde por detrás de comportamentos, idéias e
até sentimentos que não são seus.

A astrologia, portanto, encaixa-se maravilhosamente na missão de
devolver ao indivíduo ele mesmo.
Se esta possibilidade levar o indivíduo a se reinventar, o potencial da
astrologia começará a ser utilizado.

Este será o uso final do mapa astral.


×